11 novembro 2014

Novemblog | #8 Decidi dar uma prenda a Neil Gaiman

Eis que hoje, a divagar pelo Facebook (é para isso que o facebook é bom... descobrir coisas novas), dei-me conta que ontem foi o aniversário deste senhor.


Neil Gaiman nasceu a 10 de Novembro de 1960, na Inglaterra. 54 aninhos!

O certo é que tenho este livro ali na estante há algum tempo, prenda linda da mais linda ainda Joana, do Little House of Books (se ainda não conhecem o canal, cliquem aqui)... Ao "vaguear" pelo facebook, encontrei esta frase retirada do livro:

Não é linda? :) Pois, não é cedo nem é tarde... vou parar (pela vigésima vez, o meu "A rapariga que roubava livros", desculpa Liesel...) e vou oferecer uma prendinha a este senhor e ler um livro da sua obra. Que melhor prenda lhe poderia dar?


A verdade é que é uma vergonha nunca ter lido nada dele... que me lembre agora, só mesmo a graphic novel do "The Graveyard Book" (recebi agora o 2º volume e tenho que o terminar) e, sinto que é uma grande falha da minha parte porque tenho a certeza que vai ser um dos meus escritores preferidos. 


Por isso, o lanche do meio da manhã, tão saboroso com este suminho e uma aletria deliciosa ~ ai Gosh, como eu amo aletria ~, foi acompanhado por uma não menos deliciosa leitura. 

Até agora estou a adorar!

Já leram? O que acharam?

6 comentários:

  1. Adoro o teu blog, tens noção de quantos livros eu já li por "tua causa" !!!
    Beijinhos

    visita : http://gossipmagazine2000.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Naaahhhh.. a sério? ai que bom :P lê lê :)

      Eliminar
  2. Não conheço nada desse senhor, confesso. Mas adoro aletria! É tão bom!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai aletriiiiiaaaaa :) que perdição.. adoro adoro :) e este senhor tornou-se um dos meus preferidos :)

      Eliminar
  3. Este livro foi a minha estreia com esta autor, este ano.
    Disseram-me que era tipo o Tim Burton da literatura e tive logo de ir buscar uns quantos livros dele.
    No entanto, apesar de a escrita ser de qualidade, adoro a forma como ele expõe os sentimentos, não foi uma história em si que me agradasse...
    Aprecio algum tipo de "fantástico", não gosto é de demasiada fantasia, nem coisas fantasiosas e sem sentido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu por acaso adorei este livro :) foi um dos meus preferidos do ano :) adorei tudo hehehe

      Eliminar