15 junho 2016

REVIEW | Room ou O quarto de Jack, de Emma Donoghue


Título Original: Room
Autor: Emma Donoghue
Editora: Picador
Data: 2010
Páginas: 321
ISBN9780330519922
Classificação Pessoal: 
Goodreadsaqui

Acabei de pousar este livro há uns minutos ~ note-se que esta review já tem algumas semaninhas de existência como rascunho ~ e não podia deixar passar mais tempo para escrever algumas linhas sobre o mesmo.

Eu sei que dei três estrelas mas foi um livro que, até certo ponto, me marcou imenso. Conta-nos a história de Jack, um menino de cinco anos, que vive com a mãe, num pequeno quarto.

Jack nunca conheceu o mundo Lá Fora porque a sua mãe foi raptada pelo Nick Mafarrico quando ela se encontrava na Universidade. Desde então, a mãe tem vivido encarcerada naquelas paredes, recebendo a visita do raptor, quase todas as noites.


Jack e a mãe são a única companhia um do outro e esta desdobra-se em criatividade para arranjar actividades que os mantenham ocupados e os ajudem a fazer algum exercício, naqueles poucos metros quadrados. É uma história de sobrevivência que nos recorda tantas outras que passaram pelos noticiários.

A história é narrada pelo Jack e é apenas o seu ponto de vista que nos dá a conhecer o que por ali se vai passando. E se, no início, isso me parecia uma vantagem, acho que a ideia se foi perdendo por cair um pouco na repetição de alguns episódios e pelo facto de ter sentido a falta da visão "mais adulta" e fundamentada dos acontecimentos. Ou seja, a ver se me explico... em determinadas alturas, gostaria de ter conhecido a perspectiva da mãe sobre o seu processo de sobrevivência, sobre o que ela sentiu, coisa a que raramente temos acesso e quando o temos é de forma indirecta ~ através das suas atitudes e falas, relatadas pelo Jack.



De qualquer forma, é uma história comovente e de coragem que nos toca, não só pelo drama e crueldade da situação, mas também pelas observações do menino e pela construção que ele faz do mundo fora daquele quarto. E depois, o humor de pequeninas coisas que nos fazem sorrir.


Gostei do final, daquela última página da história e a necessidade que o menino tem de, sem ele o saber, fazer o processo de luto, do dizer "Adeus".

Não vos quero relatar mais. Não pela razão de não pretender falar da história, mas para não vos estragar nada de nada e não vos dar pistas sobre o que acontece, se eles fogem ou não, se não resgatados, se o menino conhece o mundo lá fora, etc. Mas aconselho-vos a leitura, algo que se lê bastante rápido e que nos deixa a pensar: " E se fosse eu?".



6 comentários:

  1. Belo livro, amei-o depois de ler e o filme também é comovente. Belas palavras de sua resenha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) obrigada eu pelas tuas palavras! E sim, é uma história que marca.. quer no livro, quer no filme! Fico feliz por seres da mesma opinião!!

      Eliminar
  2. Eu dei-lhe 5 estrelas e li-o bem depois de ver o filme.
    Gostei muito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para mim teve umas pequenas falhas, mas marcou-me imenso.. o que, para mim, tb é muito importante! Obrigada pela tua opinião!! beijinhos

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Sim, não deixes de o ler :) vale a pena!! beijinhos

      Eliminar